Blog

História da Mineração no Espírito Santo

A mineração no Espirito Santo se inicia em Cachoeiro de Itapemirim, em 1924, no governo de Jeronimo Monteiro em uma fábrica de cimento. E em 1930 a primeira marmoraria “Marmoraria do Sul”.

Cachoeiro de Itapemirim antecedeu a extração em blocos, que teve início em 1957, onde ocorreu as primeiras tentativas de serragem de blocos. Em 1966, foi alcançado o sucesso a partir de uma fábrica de serviços de manutenção, teares e de outras máquinas.

Na década de 70, o Espírito Santo foi descoberto como o maior produtor de rochas ornamentais do Brasil, chamando atenção no mercado internacional.

Hoje, o nosso estado é o maior exportador de rochas ornamentais do país, gerando milhares de empregos diretos e indiretos e possui o maior parque beneficiário de pedras do Brasil, representando a produção de 8% do Produto Interno Bruto (PIB) local.

Curiosidades

O período neolítico também foi marcado pelo uso das rochas ornamentais, usados em vários túmulos. No paleolítico, também eram vistos na construção de casas.

O continente asiático, Egito e Grécia são os mais marcantes, visto que, tem como marca construções gigantescas e suas primeiras pedreiras (Egito) surgem a mais de 5 milhões de anos.

Pirâmide no Egito
Pirâmide no Egito.
Kostas Manolidis, Stone Platform, Ano Kerasia – Grécia.
Kostas Manolidis, Stone Platform, Ano Kerasia – Grécia.